• Sanidade
  • Vacinação contra febre aftosa é prorrogada até 15 de junho devido às paralisações

    30/05/2018
    Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo prorroga vacinação pela recente greve dos caminhoneiros.

    Devido à paralisação dos caminhoneiros, haverá prorrogação da vacinação contra febre aftosa no Estado de São Paulo, acompanhada pela Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo. A Resolução SAA N°24, de 30 de maio de 2018, será publicada no Diário Oficial na próxima sexta-feira e estende o prazo até o dia 15 de junho de 2018.

    A data limite para informar a vacinação também foi prorrogada, sendo agora o dia 22 de junho de 2018. De acordo com a Resolução, a prorrogação considera “a recente paralisação nacional dos caminhoneiros e transportadores de cargas, que dificulta para o produtor rural a aquisição de vacinas contra a Febre Aftosa, bem como a vacinação do rebanho e o respectivo registro da vacinação”.

    A vacinação contra a febre aftosa é obrigatória. Deixar de vacinar ou comprovar a vacinação dentro do prazo sujeita o criador a multas de 5 Ufesps (R$ 128,50) por cabeça por deixar de vacinar, e 3Ufesps (R$ 77,10) por cabeça por deixar de comunicar. O valor de cada Ufesp - Unidade Fiscal do Estado de São Paulo é R$ 25,70.

    Fonte: Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo



  • Planejamento e semente de qualidade são critérios para pasto bem formado

  • O planejamento é um processo fundamental para quem pretende formar, reformar ou recuperar uma pastagem. Existem vários passos que são necessários para que o produtor tenha sucesso nesta empreitada.

    + leia mais
  • Estratégias de suplementação na entressafra

  • Qual melhor caminho a seguir em momentos de mudanças?

    + leia mais
  • Uma nova revolução

  • Eficiência alimentar passa a ser grande preocupação dos principais selecionadores de bovinos do País. A característica promete conferir maior competitividade à produção de carne vermelha.

    + leia mais
  • Genética no tempo, sem artificialismos

  • Respeitando a fixação de características no rebanho ao longo do tempo sem quaisquer maquiagens nas informações observadas e coletadas no campo.

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites