• Sanidade
  • Uso de aditivos naturais contribui para garantir segurança alimentar em produtos de origem animal

    04/08/2015
    Indústria busca alternativas para atender exigências de consumidores e governos quanto à procedência dos alimentos

    Os recentes casos de doenças como encefalopatia espongiforme bovina (BSE), febre aftosa, presença de E. coli O157:H7 e contaminação de carnes por dioxina reforçam a importância dos cuidados com a saúde animal e com a segurança alimentar na produção. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 2 milhões de pessoas vêm a óbito todos os anos por motivos relacionados a alimentação. Para evitar esses problemas, produtores têm investido em soluções naturais para garantir o desenvolvimento dos animais e, por consequência, a satisfação dos consumidores, além de melhorar a produtividade.

    Esse é o exemplo da Granja Tsuru, localizada no município de Bastos (SP), polo nacional na produção de ovos. A empresa, reconhecida no mercado pela qualidade, vivenciou o retorno do uso estratégico de aditivos naturais. “Há alguns anos já aplicamos aditivos com a finalidade de melhorar a saúde das aves e percebemos que, com isso, aprimoramos a qualidade dos ovos. Temos relatos positivos em relação à percepção do consumidor na durabilidade da casca do produto e na consistência interior do ovo”, analisa o gerente de produção da granja, Mitsuo Sahara.

    De modo geral, a preocupação dos consumidores com a procedência dos produtos tem crescido, inclusive influenciando os governantes a elaborarem exigências de qualidade dos alimentos comercializados. Comprometida com toda a cadeia produtiva até a mesa do consumidor, desde 2006 a Friella, empresa do setor de suinocultura, mantêm uma fábrica de ração própria no município de Medianeira (PR). Além da autossuficiência de matéria-prima, conseguem garantir a qualidade na dieta dos animais e, por consequência do produto, com o controle de micotoxinas por meio da utilização de aditivos na ração.

    “A preocupação sempre deve estar no início da produção, com a saúde dos animais e também com a qualidade do alimento que chega a mesa do consumidor, que é extremante exigente quanto a segurança dos alimentos que consome. Alcançamos excelentes resultados no que diz respeito ao controle micotoxinas por agir de maneira preventiva”, afirma o proprietário Daniel Valiati.

    Resultados na prática

    Para apresentar ao público os resultados finais da aplicação de aditivos naturais como o Mycosorb A+, no caso dos suínos, e o Bioplex TR, para aves, a Granja Tsuru e a Friella firmaram uma parceria com a Alltech, referência em nutrição e saúde animal. A demonstração ocorreu entre os dias 28 e 30 de julho, durante o Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura – Siavs 2015, em São Paulo.  Os visitantes degustaram a picanha e a sobrepaleta suína, além de ovos de codorna das marcas, todos produzidos com cuidado detalhado no manejo.

    “Tivemos uma grande visitação no estande durante o evento. Buscamos focar no consumidor porque acompanhamos as movimentações globais relacionadas à demanda. Sendo assim, o produtor tem necessidade em demonstrar os recursos aplicados na elaboração dos alimentos e oportunizamos esse momento agora durante o Siavs”, destacou o diretor da Alltech do Brasil, Clodys Menacho.

    Fonte: Centro de Comunicação



  • IICA e Fundo Verde do Clima fecham parceria de US$ 100 milhões para projetos de redução das emissões de metano nas Américas

  • Para secretário de Inovação do Mapa, Fernando Camargo, iniciativa pode ajudar países a cumprirem meta de diminuir as emissões de metano na pecuária

    + leia mais
  • Lei de pagamento por serviços ambientais é incentivo para cuidar do pasto

  • Pesquisadores da Embrapa destacaram a ligação entre das boas práticas de manejo do pasto e a nova lei de pagamento por serviços ambientais

    + leia mais


  • Criação de sites