• Genética
  • Simpósio vai reunir países da América Latina e Caribe para discutir a conservação e uso sustentável de recursos genéticos

    24/08/2015
    Faça a sua inscrição com desconto até o dia 15 de setembro de 2015.

    O Simpósio de Recursos Genéticos para América Latina e Caribe (Sirgealc) vai reunir especialistas de, pelo menos, nove países – Brasil, Rússia, Uruguai, Argentina, México, Estados Unidos, Chile, Colômbia e Noruega - em Bento Gonçalves, RS, no período de 26 a 29 de outubro de 2015. O objetivo é promover a integração de pessoas que trabalham com recursos genéticos de plantas, animais e microrganismos nos diferentes países da América Latina e Caribe. Em sua 10ª edição, o evento promovido em parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa e a Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, espera receber cerca de 600 participantes, entre curadores de bancos genéticos, representantes de redes de recursos genéticos, pesquisadores, professores universitários, estudantes de graduação e de pós-graduação. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas com desconto até o dia 15 de setembro no site do evento http://www.10sirgealc.com.br/ .

    O tema desta edição é Recursos Genéticos no Século 21: de Vavilov a Svalbard e, em consonância com essa abordagem, a palestra de abertura será proferida pelo pesquisador do N.I. Vavilov Institute of Plant Industry, da Rússia, Igor Loskutov e a de encerramento pelo coordenador do Banco Global de Sementes de Svalbard, Åsmund Asda. 

     “Ao longo da programação científica, serão realizadas conferências, mesas-redondas, apresentações de trabalhos e concurso de vídeos e fotografias sobre as ações relacionadas a recursos genéticos no Século XXI”, explica a pesquisadora da Embrapa Clima Temperado Rosa Lía Barbieri, que preside a 10ª edição do Sirgealc. Ela destaca ainda outras duas conferências transversais: a do presidente da Embrapa, Maurício Lopes, no dia da abertura (26/10) sobre “Recursos genéticos no século 21: o Brasil e sua interação com outros países da América Latina e do Caribe” e do professor e pesquisador do Centro de Investigación Científica de Yucatán (CICY), México, Daniel Zizumbo Vilarreal, sobre a contribuição dos recursos genéticos da Mesoamérica para a humanidade.

    Vários outros especialistas de instituições brasileiras e internacionais compõem a programação científica do Simpósio, que pode ser acessada na íntegra na página do evento na internet.

    O Simpósio de Recursos Genéticos para a América Latina e o Caribe (Sirgealc) é realizado a cada dois anos, congregando pessoas de diferentes países, priorizando a América Latina e o Caribe, em torno do resgate, conservação, caracterização e uso de recursos genéticos da diversidade genética de plantas, animais e microrganismos. Trata-se do principal fórum internacional de intercâmbio técnico-científico na área de recursos genéticos, cujas primeiras edições foram no Brasil. Depois, foi transferido para Argentina, Uruguai, México, Chile, Equador e El Salvador, retornando em 2015 ao Brasil.

    Segundo Rosa Lía, em sua décima edição, o evento pretende estimular discussões relacionadas à conservação, caracterização e uso de recursos genéticos vegetais, animais e de microrganismos, além de compartilhar experiências, metodologias e resultados de pesquisa na área de recursos genéticos entre os representantes de diferentes segmentos de vários países que estarão presentes ao evento.

    Diversidade também na programação

    “Preparamos uma programação especial paralela ao evento: uma Feira de Agrobiodiversidade (com produtos de artesãos, agricultores e pecuaristas familiares), uma sessão de documentários e vídeos e visitas técnicas à Embrapa Uva e Vinho”, afirma a pesquisadora.

    Um dos destaques da programação paralela do 10º Sirgealc, a Feira da Agrobiodiversidade pretende demonstrar a viabilidade da conservação on farm (no local de origem das espécies) de recursos genéticos associada à agregação de valor e geração de renda. Para isso, vai contar com grupos de  artesãos, agricultores e pecuaristas familiares expondo e comercializando vários produtos elaborados com pimentas (agroindústrias familiares de Turuçu/RS),  butiá (artesãos do município de Giruá/RS), porongos (artesãos do município de Frederico Westphalen/RS) abóbora-gila e queijo serrano (agricultores e pecuaristas do município de Bom Jesus/RS) e lã de ovelha crioula (artesãs dos municípios de Bagé e Pinheiro Machado/RS).

     “Com isso, esperamos promover a atualização e a integração entre os representantes dos mais variados segmentos que atuam na área de recursos genéticos na América Latina e Caribe”, finaliza a presidente do Simpósio, lembrando que o objetivo final é fortalecer e incentivar a formação de redes multidisciplinares em prol da segurança alimentar das gerações atuais e futuras nesses países.

     A programação, inscrições e mais informações sobre o 10º Simpósio de Recursos Genéticos para a América Latina e o Caribe (10º Sirgealc) estão disponíveis no endereço http://www.10sirgealc.com.br/ . O desconto no valor das inscrições termina no dia 15 de setembro.

     Fonte: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia



  • IICA e Fundo Verde do Clima fecham parceria de US$ 100 milhões para projetos de redução das emissões de metano nas Américas

  • Para secretário de Inovação do Mapa, Fernando Camargo, iniciativa pode ajudar países a cumprirem meta de diminuir as emissões de metano na pecuária

    + leia mais
  • Lei de pagamento por serviços ambientais é incentivo para cuidar do pasto

  • Pesquisadores da Embrapa destacaram a ligação entre das boas práticas de manejo do pasto e a nova lei de pagamento por serviços ambientais

    + leia mais


  • Criação de sites