• Notícias
  • Rally da Pecuária volta ao Mato Grosso nesta quarta-feira

    30/05/2016
    Técnicos retornam ao Estado para avaliar as regiões de Sinop, Juara e Juína na última etapa da expedição; desde o início do levantamento, foram percorridos 51,6 mil quilômetros

     A Equipe 7 do Rally da Pecuária volta ao Mato Grosso nesta quarta-feira (01/06), onde percorrerá a região Noroeste do Estado com o objetivo de avaliar áreas de pastagens e realizar entrevistas com produtores. Depois, a equipe segue para Rondônia e Acre. Até o momento, a expedição percorreu 51,6 mil quilômetros, visitou 135 fazendas e fez a amostragem de 239 pastos no total. Desde o dia 11 de abril, o Rally já passou pelos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins e Pará.

    Em Juara, o Rally realizará na 6ª feira, dia 3/06, às 18h, o evento técnico gratuito  Pecuária Eficiente para pecuaristas da região, com palestra de Maurício Palma Nogueira, coordenador do Rally da Pecuária e sócio da Agroconsult, sobre mercado, perspectivas e resultados esperados por nível de produção para cria, recria, engorda, ciclo completo e confinamento (veja local e inscrição pelo link abaixo). Além dele, representantes dos patrocinadores da expedição - Banco do Brasil, Fertilizantes Heringer, Phibro Animal Health, Merial, Dow AgroSciences e BM&FBOVESPA - abordarão temas que impactam nos resultados da pecuária de corte, como: importância e resultados com a melhoria da estratégia nutricional do rebanho; programas adaptados para melhorar a sanidade; correção, adubação e aumento da produtividade das pastagens; importância do controle de invasoras e pragas; garantia das margens com ferramentas de comercialização; estratégias financeiras e oportunidades de linha de crédito.

    Na equipe 6, que avaliou as regiões de Xinguara, São Félix do Xingu e Redenção (PA) e também Vila Rica, Querência e Sinop (MT), os produtores destacaram problemas com a seca e a redução da qualidade de pastagens. “Essa situação que normalmente caracteriza os meses de julho e agosto, este ano se antecipou para maio. No Pará, muitos produtores relataram falta de água para produção do capim e para o consumo dos animais”, observa Nogueira.

    No campo, os técnicos da Equipe 7 do Rally conduzirão entrevistas qualitativas e quantitativas com produtores para levantar, entre outros dados, áreas de pastagem e de agricultura em cada propriedade, total de cabeças de gado, estratégias nutricionais, confinamento, índices de fertilidade, natalidade e mortalidade, manejo da sanidade do rebanho, uso de insumos tecnológicos nas pastagens (defensivos, corretivos e fertilizantes) e comercialização de animais, realizando levantamento completo, in loco, das áreas de cria, recria, engorda e confinamento.

    Com o intuito de gerar conhecimento e criar parâmetros que possibilitem aos pecuaristas ter mais eficiência e preservar a renda dos próximos anos, o Rally fará entrevistas com produtores e ampliará a pesquisa com consultores independentes e os alocados em empresas de insumos, técnicos e pesquisadores. “Assim como fazemos com produtores, nosso relatório será oferecido a esse público como contrapartida pelo apoio no preenchimento de questionário”, diz Nogueira.

    O relatório para os técnicos e produtores trará uma novidade esse ano: a comparação dos índices médios de produtividade da parcela com melhor desempenho com a média geral. Para garantir essa análise, será necessário repetir o desempenho de 2015, quando 700 produtores preencheram o questionário, que estará disponível também no www.rallydapecuaria.com.br. Uma nova metodologia que busca melhorar a qualidade das informações sobre a pecuária de corte brasileira também estará em campo, com visitas a cerca de 150 propriedades e pesquisas específicas. Nas pastagens, o foco será avaliar o índice de degradação e historiar o manejo nos últimos anos.

    Realizada pela Agroconsult, a expedição é patrocinada por Banco do Brasil, Dow AgroSciences, Fertilizantes Heringer, Merial, Phibro Animal Health e Volkswagen, com apoio nacional da BM&FBOVESPA e DSM/Tortuga. Apoio institucional: Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Associação Nacional dos Confinadores (Assocon), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS), 3rlab (laboratório de análises bromatológicas). O trabalho das equipes e o roteiro completo da expedição poderão ser acompanhados pelo site www.rallydapecuaria.com.br , com informações atualizadas diariamente pelo www.twitter.com/RallydaPecuaria  e www.facebook.com/rallydapecuaria

    EVENTO - Juara/MT

    Data/ horário: 03/06/2016, às 18h

    Local: Acrivale – Associação dos Criadores do Vale do Arinos

    Endereço: Av. Rio Arinos, 3124w – Centro – Juara/MT

    Inscrições: http://www.rallydapecuaria.com.br/evento/03-06-encontro-pecu-ria-eficiente-juara-mt

    Fonte: Rally da Pecuária

     

     



  • IICA e Fundo Verde do Clima fecham parceria de US$ 100 milhões para projetos de redução das emissões de metano nas Américas

  • Para secretário de Inovação do Mapa, Fernando Camargo, iniciativa pode ajudar países a cumprirem meta de diminuir as emissões de metano na pecuária

    + leia mais
  • Lei de pagamento por serviços ambientais é incentivo para cuidar do pasto

  • Pesquisadores da Embrapa destacaram a ligação entre das boas práticas de manejo do pasto e a nova lei de pagamento por serviços ambientais

    + leia mais


  • Criação de sites