• Notícias
  • Qual é o modelo mental para um pecuarista 10x mais rentável?

    21/09/2021
    “Pelo menos 88% dos pecuaristas brasileiros não possuem alta performance, ou ainda não medem seu desempenho e, sem avaliar, não há como saber se estamos alcançando as metas pretendidas”.

    Camila Gusmão

    Essa afirmação é do engenheiro agrônomo, pecuarista e presidente da Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon), Maurício Velloso. O profissional apresentou o tema “Qual é o modelo mental do pecuarista 10X mais rentável?” durante o 1º Encontro Nacional da Pecuária de Decisão realizado no último dia 3 de setembro pela BovExo em São Paulo capital e transmitido pelas redes do Canal Rural.

    Segundo ele, em primeiro lugar, existe a necessidade do conhecimento próprio, ou seja, de toda a estrutura e equipamentos da propriedade, do rebanho, maquinário e do pessoal que realiza o trabalho diariamente. A pecuária não admite aventuras, precisa ser uma atividade previsível, por isso antes de tudo é necessário realizar decisões como, por exemplo, a escolha da genética do gado, do modelo de nutrição se fará confinamento ou a pasto, ou ainda, apenas a terminação. 

    É essas escolhas que podem custar ‘a vida’ da propriedade, podem ser tomadas a partir da plataforma BovExo que é capaz de cruzar dados zootécnicos e mercadológicos por meio de inteligência artificial para elevar o lucro de pecuaristas. A ferramenta que foi lançada durante o evento, usa algoritmos precisos, conhecimento zootécnico e indicadores de performance que auxiliam o pecuarista na comparação de cenários, tomada de decisões e resolução de problemas para, segundo a empresa, multiplicar margens em até 10 vezes.

    Ter coragem, reconhecer as limitações e planejar o rumo que você pretende tomar na sua propriedade são outros passos indicados pelo especialista. Para Velloso, o modelo mental desejado do pecuarista deve ser composto por elementos, como humildade para ouvir com atenção quem faz, acordar uma hora antes e dormir uma hora depois que todos, ficar atento às mudanças de cenário que acontecem repentinamente, persistir, ser parcimonioso e organizado.  Ele destacou a importância de realizar formação e treinamento do seu time “Seu pessoal é a sua extensão, seus olhos, braços e atitudes”. E, por último ter a capacidade de saber liderar.

    “Desta forma, a plataforma BovExo não é apenas um produto, é um movimento. O fato é que todos os pecuaristas atentos estão vivendo um momento histórico, um divisor de águas e inovações como BovExo fazem parte disso”, opinou.  Segundo Velloso , em  pecuária tudo é direcionado pelo mercado, por isso o produtor deve ficar atento aos mínimos detalhes de economia para obter um maior lucro na hora do abate do animal. “Muitos ficam na luta desesperada por 1 real a mais na venda do arroba sendo que desperdiça todos os dias na sua produção com uma sucessão de erros que podem levar a ‘morte’ da atividade. Esse é um dos poucos setores onde o fabricante, no caso do gado que somos nós fica brigando com a indústria e o consumidor”, falou.

    A hora é agora

    Finalizou o 1º Encontro Nacional da Pecuária de Decisão o jornalista e professor José Luiz Tejon que falou sobre os dois tipos de pecuaristas que haverá até 2030: os que vão fazer o que foi dito ao longo do 1º Encontro Nacional de Pecuária de Decisão e os desaparecidos. “Não temos mais 10, 20 anos a esperar, a hora é agora. Segundo dados da Embrapa Gado de Corte, 40% dos atuais pecuaristas não chegarão no futuro da atividade. Isso incomoda? Me incomoda muito porque são famílias que não vão dar certo”, afirmou.

    Ele complementou dizendo que hoje o pecuarista tem que ser muito mais que um empresário: deve ser um CEO, já que a sua carga de conhecimento precisa ser mais ampla diante de uma atividade que exige que ele lide com diversas áreas de conhecimento. “No entanto, quando você tem uma ferramenta como a BovExo, ela permite que até eu, como leigo, tenha a capacidade de ser um pecuarista e de obter sucesso, desde que tenha alguém apaixonado pela atividade para se dedicar a entregar os dados. Uma ferramenta maravilhosa criada por especialistas da agroindústria”, finalizou Tejon.

    Leia +

    Seja agricultor de pastagem antes de ser pecuarista



  • Falta de assistência técnica é gargalo para atingir metas de metano e carbono

  • Firmados na COP26, pactos para diminuir emissão de gases de efeito estufa estão distantes de produtores que carecem de extensão rural pública

    + leia mais
  • Aumento de 35% na probabilidade de prenhez e 30% mais peso nos bezerros desmamados

  • Esses números são possíveis com o uso da suplementação alimentar específica para vacas durante o período reprodutivo

    + leia mais


  • Criação de sites