• Conjuntura
  • Produtores lembram que flores emocionam e podem simbolizar o abraço no Dia das Mães

    30/04/2020
    Fica até estranho uma mãe não receber flores no seu dia. É esperado. É uma tradição.

    Dia das mães.

    Fica até estranho uma mãe não receber flores no seu dia. É esperado. É uma tradição. Em tempos de pandemia, elas são um dos poucos presentes que mexem com as emoções, simbolizando o abraço que não poderá ser dado. Mas qual flor escolher? A Cooperativa Veiling Holambra decidiu ajudar os filhos nessa decisão e criou um guia rápido que associa as principais características da personalidade feminina a algumas variedades de flores que podem ser combinadas com o jeito especial de cada mãe.

    Difícil aceitar a não recomendação de um abraço nas mães, justo no dia dedicado a elas. As flores são um dos poucos presentes capazes de ativar sentimentos e fazer com que as mães se sintam ainda mais queridas, lembradas e amadas no dia em que, tradicionalmente, eram para estar rodeadas e paparicadas pelos filhos.

    As flores provocam emoções. Diante da impossibilidade do abraço devido a pandemia provocada pelo novo coronavírus, a Cooperativa Veiling Holambra criou uma campanha sugerindo que “No Dia das Mães, abrace sua mãe com flores”. Mas qual escolher entre rosas, orquídeas, begônias, kalanchoes, girassóis, alstroemérias, antúrios, lírios, flores do campo, violetas, tulipas, suculentas, petúnias, zamioculcas, samambaias, crótons, gérberas, angelônias, pagodas, verônicas, asplênios, coleus e limoniuns, cravínia, hibiscos, calibrachoa, coleu, onze horas, impatiens, asplenium ou gynura só para citar algumas das cerca de 350 espécies diferentes e 3.500 variedades de flores e plantas ornamentais disponíveis no Brasil?

    Para quem não tem certeza sobre qual é a flor ou planta preferida da mãe, a Veiling decidiu também auxiliar na escolha e criou um guia rápido que associa os perfis femininos às espécies mais conhecidas do público e que podem ser facilmente encontradas nas floriculturas. Assim, a escolha da flor que melhor combina com o jeito de ser de cada mulher importante em nossa vida pode aumentar a emoção das nossas mães, avós, esposas, ou quem mereça ser homenageada (o) nesse dia.

    Campanha da Cooperativa Veiling traz a emoção das flores para o Dia das Mães.Divulgação

    Perfis x Flores

    A “mãe romântica e conservadora” vê na maternidade o maior símbolo de realização pessoal. Pode ser identificada pela personalidade mais discreta. Fazem parte deste grupo algumas donas de casa, mulheres mais reservadas, meigas e sensíveis. Geralmente aprecia as flores clássicas, como as rosas, as begônias, as violetas e os lírios.

    A “mãe moderna e prática” é aquela mulher mais arrojada, dotada de uma personalidade alegre e divertida. Está sempre de bem com a vida. É a mãe amiga, companheira, que está sempre ligada nas redes sociais, conversa com seus filhos sobre qualquer assunto e os acompanha nos mais diversos programas. Gosta de novidades, de cores vivas e alegres. Para ela, as melhores opções são as flores do campo, girassóis, gérberas, alstroemérias e os kalanchoes.

    A “mãe forte e decidida” é caracterizada pela sua determinação, segurança e personalidade marcante. Chega a ser um tanto rígida com os filhos, exigindo que eles se esforcem e se dediquem ao máximo. É contemporânea, corajosa e gosta de flores que, assim como ela, marquem presença e sejam perenes. A sugestão é que seja presenteada com plantas verdes, flores tropicais, antúrios, bromélias, cactos e suculentas.
    Já a “mãe exigente e requintada” é aquela identificada pelo gosto apurado. Aprecia um bom presente e valoriza os detalhes. Seus filhos são tratados como verdadeiras joias. Para eles, nada menos do que o melhor. A sugestão são as flores elegantes envoltas em embalagens caprichadas. Uma boa dica são os buquês ou arranjos elaborados e as orquídeas, como as phalaenopsis, denphal, dendobrium e Vandas.
  • Agricultura irrigada em pequenas e médias propriedades

  • Por Glayton Botelho Rocha, Especialista Agronômico Netafim.

    + leia mais
  • Formulação 4.0: você já utiliza em sua fazenda?

  • Langwinski, Diego - Consultor Técnico Nacional - Bovinos de Leite da Cargill Nutrição Animal

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites