• Notícias
  • PRODUTOR RURAL CONTA COM QUASE R$ 12 BILHÕES EM FINANCIAMENTOS NA AGRISHOW 2022

    28/04/2022
    O produtor rural que visita a Agrishow 2022 – 27ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação tem à disposição quase R$ 12 bilhões em recursos disponibilizados pelos bancos e cooperativas de crédito que estão no evento. São recursos para viabilizar aquisição de máquinas, implementos, insumos, equipamentos, entre outros.

    O Banco do Brasil espera acolher R$ 2 bi em propostas e fechar negócios estimados em R$ 500 milhões até o dia 29 de abril, sexta-feira.

    Para essa safra, o Banco do Brasil já desembolsou um volume de R$ 120 bilhões em negócios, o que representa uma alta de 46% em relação à safra anterior. Até abril de 2022, somente os produtores do estado de São Paulo contrataram mais de R$ 11,6 bi. O banco oferece linhas de crédito para diversos produtos, serviços e aquisições no campo.

    Boas expectativas também junto à diretoria do Santander que estima fechar R$ 1 bilhão em negócios até o fim da feira. O banco oferece facilidades nos juros e nos pagamentos, com carências de até dois anos, dependendo do programa escolhido. Uma das principais vantagens para o produtor rural é o consórcio Santander, que baixou a taxa administrativa exclusivamente para os negócios fechados na feira. O percentual caiu de 11,85% para 9,85%, mais 6% de fundo de reserva. Com sorteios mensais, os grupos têm prazos de pagamento de até 96 meses e contemplação em até 120 dias.

    O Bradesco também financia todas as demandas do produtor. Trabalha com produtos equalizáveis, via programas do Governo Federal e também aproximadamente R$ 1,5 bi em recursos próprios, disponíveis durante a Agrishow. A estimativa é superar a marca dos R$ 500 milhões em negócios.

    Sem antecipar seus valores disponíveis para o produtor que visita a Agrishow, a Caixa oferece opções de crédito para todos os setores do agronegócio. Para ampliar o seu portfólio de produtos, lançou duas novas modalidades de crédito rural, o custeio antecipado e os recursos da poupança.

    Além dos bancos privados e públicos, o setor cooperativista brasileiro está ampliando as suas linhas de crédito, em especial para essa edição da feira. São mais de R$ 7 bilhões de crédito pré-aprovados, contra aproximadamente R$ 5,6 bi liberados em 2019.

    O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) de São Paulo disponibiliza R$ 1 bilhão em recursos para o produtor rural. Já a Sicoob Credicitrus trouxe R$ 6 bilhões para a feira, com expectativa de fechar mais de R$ 300 milhões em novos negócios. Já o Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi) havia fechado R$ 19,6 milhões em propostas de negócios somente até o início do dia 27. A maioria das aquisições foram para os setores de máquinas, equipamentos e energia solar.

    A Agrishow é uma iniciativa das principais entidades do agronegócio no país: Abag – Associação Brasileira do Agronegócio, Abimaq – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, Anda – Associação Nacional para Difusão de Adubos, Faesp – Federação da Agricultura e da Pecuária do Estado de São Paulo e SRB - Sociedade Rural Brasileira, e é organizada pela Informa Markets, integrante do Grupo Informa, uma das maiores promotoras de feiras, conferências e treinamentos do mundo com capital aberto.

     

    Fonte: Imprensa Agrishow

    Curadoria: Boi a Pasto



  • MANEJO EFICIENTE DA PASTAGEM AJUDA NA PRODUÇÃO DE CARNE DE QUALIDADE

  • Para acessar mercado premium e que melhor remunera com a criação a pasto, é preciso planejamento, animais de boa genética e principalmente escolher cultivares com alto valor nutritivo para alimentação

    + leia mais
  • Pantanal tem 14 cidades em emergência, mais incêndios e mortes de animais no MS

  • Região vive período de forte estiagem, o que motivou o decreto de emergência por parte do governo local

    + leia mais
  • Pasto rotacionado: sobrou capim? Saiba por que isso é um ótimo sinal

  • Confira as novas dicas do doutor em zootecnia Gustavo Rezende Siqueira, pesquisador do Polo Regional de Alta Mogiana da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA)

    + leia mais


  • Criação de sites