• Nutrição
  • Parceria entre GTPS e Imaflora incentiva pecuária sustentável em Rondônia

    28/08/2014
    No período de dois anos, haverá uma definição sobre propriedades demonstrativas e planejamento ambiental.

    As ações do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) estão voltadas a fornecer orientações sobre sustentabilidade no setor e incentivar todos os elos da cadeia da pecuária bovina brasileira a melhorarem suas práticas. Por isso, há grande expectativa nos resultados da parceria entre o GTPS e o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) para o trabalho no município de Rolim de Moura, em Rondônia, entre os quais a definição das primeiras propriedades demonstrativas, bem como o planejamento ambiental das mesmas. Isso porque a prática da pecuária sustentável na região começa a tomar forma e precisa ser desenvolvida. O projeto conta também com a parceria do Grupo Marfrig.

     Ao final do primeiro ano do projeto, em dezembro de 2014, os resultados esperados são:

    • - estabelecer confiança com produtores, por meio de visitas regulares e transparência no processo;
    • - oferecer soluções customizadas, de acordo com as necessidades específicas de cada produtor;
    • - definir as primeiras propriedades demonstrativas (propriedades rurais que possuem áreas específicas para demonstração de técnicas produtivas. No caso, técnicas que promovam a sustentabilidade).

     As visitas serão feitas pela equipe do Imaflora e do Grupo Marfrig, que disponibilizará um técnico local. O Imaflora, por sua vez, enviará um especialista em pecuária a essas propriedades, a cada três meses. Até o momento, quatro propriedades estão dispostas a iniciar os trabalhos de campo. Após a implementação das técnicas, os resultados serão mensurados e tornados públicos.

     De acordo com Eduardo Trevisan, secretário executivo adjunto do Imaflora, as unidades demonstrativas serão desenvolvidas junto aos produtores ligados ao Programa Marfrig Club. No programa, o produtor é classificado em categorias, de iniciante a platinum. Essa última permite a exportação para a Europa, com prêmios de incentivo pela boa prática. A parceria com o produtor também inclui a parte técnica, como o manejo de pastagem. “Partimos da premissa de demonstrar que, por meio da assistência técnica de qualidade, o produtor da Amazônia pode ser competitivo e responsável”, declara Trevisan. O secretário adjunto do Imaflora destaca que, no momento, este não é um projeto de certificação. “Acreditamos que agricultor no vermelho não pensa no verde”. Os resultados também podem ser melhorados com ações focadas em pontos deficientes, tais como divisão e recuperação de pastos.

     Segundo Mathias Almeida, gerente de sustentabilidade do Grupo Marfrig, é preciso ir além do comando e controle e buscar maior produtividade e lucro ao produtor. “A certificação é uma opção aos melhores produtores, porém nossa intenção é nivelar por cima toda cadeia, promovendo a melhoria contínua de acordo com a realidade de cada produtor”, afirma.

     Já ao final de 2015, o objetivo é alcançar o fortalecimento das propriedades demonstrativas, com a ampliação das tecnologias aplicadas, definir o planejamento ambiental das propriedades (com questões como água e conservação de solos e da natureza como pauta do planejamento do negócio) e realizar ações de mitigação das emissões dos gases de efeito estufa (GEE).

     O projeto entre o GTPS e o Imaflora faz parte do programa Pecuária Sustentável na Prática, que conta com financiamento disponibilizado pela Fundação Solidaridad por meio do Farmer Support Programme (FSP), fundo do governo holandês, e recursos proveniente dos parceiros locais do projeto. O objetivo do programa é implantar unidades demonstrativas, capacitar equipes técnicas e testar indicadores de melhoria contínua, como multiplicadores da pecuária sustentável.

     Sobre o GTPS

     O Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) foi criado no final de 2007 e formalmente constituído em junho de 2009. É formado por representantes de diferentes segmentos que integram a cadeia de valor da pecuária bovina no Brasil, entre eles indústrias, organizações do setor, produtores e associações, varejistas, fornecedores de insumos, bancos, organizações da sociedade civil, centros de pesquisa e universidades. O objetivo do GT é debater e formular, de maneira transparente, princípios, práticas e padrões comuns a serem adotados pelo setor, que contribuam para o desenvolvimento de uma pecuária sustentável, socialmente justa, ambientalmente correta e economicamente viável. Mais informações sobre o GTPS estão disponíveis no site www.pecuariasustentavel.org.br . Acompanhe também pelo twitter, em @gtps_brasil, e pelo Facebook, em www.facebook.com/gtpsbrasil

     Sobre o Imaflora

     O Imaflora – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola - é uma Organização Não Governamental, sem fins lucrativos, que trabalha para promover a conservação e o uso sustentável dos recursos naturais e para gerar benefícios sociais nos setores florestal e agropecuário. Com atuação nacional e participação em fóruns internacionais, foi fundado em 1995 e tem sede em Piracicaba, interior de São Paulo. Saiba mais em www.imaflora.org .

      Fonte: Alfapress 



  • Planejamento e semente de qualidade são critérios para pasto bem formado

  • O planejamento é um processo fundamental para quem pretende formar, reformar ou recuperar uma pastagem. Existem vários passos que são necessários para que o produtor tenha sucesso nesta empreitada.

    + leia mais
  • Estratégias de suplementação na entressafra

  • Qual melhor caminho a seguir em momentos de mudanças?

    + leia mais
  • Uma nova revolução

  • Eficiência alimentar passa a ser grande preocupação dos principais selecionadores de bovinos do País. A característica promete conferir maior competitividade à produção de carne vermelha.

    + leia mais
  • Genética no tempo, sem artificialismos

  • Respeitando a fixação de características no rebanho ao longo do tempo sem quaisquer maquiagens nas informações observadas e coletadas no campo.

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites