• Sustentabilidade
  • Palestras da Conferência Global Sobre Carne Sustentável seguem até amanhã

    03/11/2014
    Especialistas de diversas regiões do mundo estão reunidos em São Paulo para discutir os avanços da sustentabilidade na pecuária. GTPS apresentará uma palestra na tarde desta terça-feira (04)

    O ciclo de palestras de especialistas em sustentabilidade continua nesta segunda-feira durante a Conferência Global Sobre Carne Sustentável, organizada pela Mesa Redonda Global para a Carne Bovina Sustentável (The Global Roundtable for Sustainable Beef – GRSB). Representantes de aproximadamente 20 países estão reunidos no WTC Center, em São Paulo, para discutir os avanços obtidos na sustentabilidade da pecuária e os futuros desafios.

    O ciclo de palestras continua amanhã, 4 de novembro. O Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS), primeiro grupo de trabalho da pecuária sustentável e membro do GRSB, será responsável por apresentar os avanços na pecuária brasileira com a palestra "O Brasil e a carne brasileira pelo GTPS - Resultados atualizados e os próximos passos", ministrada por Eduardo Bastos, presidente do GTPS. “O GTPS se interessa em mostrar os expressivos progressos feitos no Brasil e de que maneira o país faz com que a carne sustentável seja uma realidade”, afirmou. A palestra será às 10 horas. 

    O destaque da manhã desta segunda-feira, 3 de novembro, foi o painel coordenado por Ruaraidh Petre, diretor executivo do GRSB, que apresentou os princípios e critérios para a definição de carne sustentável. Petre explanou sobre o desenvolvimento do documento, que teve início em 2013 e conclusão em setembro deste ano, contando com o apoio de grupos técnicos de trabalho. “O próximo documento a ser produzido pelo GRSB será um guia mais específico sobre como colocar em prática esses princípios e critérios. A previsão é de que este documento seja produzido no primeiro trimestre de 2015”, disse. 

    De acordo com os membros dos grupos técnicos de trabalho, a segurança da comida é provavelmente o fator mais importante na sustentabilidade da carne.  “A rastreabilidade também é um ponto importante, assim como a diminuição do desperdício de alimento”, explicou Michele Banik-Rake, representante do grupo técnico de Alimentos e do McDonald’s. “Os agentes da carne bovina precisam ouvir o que o consumidor está dizendo se quiserem ser uma empresa bem sucedida da indústria de carne bovina”, complementa.

    Ian McConnel, membro do grupo técnico de Eficiência e Inovação e representante do WWF na Austrália, ressaltou a importância de produzir com eficiência e inovação. “Isso é fundamental para resolvermos a problemática de alimentar 9 milhões de pessoas sem aumentar o impacto ambiental”, afirmou.

    Ainda nesta segunda-feira, 3 de novembro, temas como “O que aprendemos conduzindo uma fazenda na indústria de carne: o que fazer e o que não fazer”, “O desenvolvimento e implantação de meios eficazes de sustentabilidade” e “Desafios do desenvolvimento de indicadores e o benchmarking em sustentabilidade” serão apresentados por representantes de organizações como WWF Internacional e National Cattleman’s Beef Association.

    Sobre a GRSB

    A Mesa Redonda Global para a Carne Bovina Sustentável (The Global Roundtable for Sustainable Beef) é uma iniciativa global multi-stakeholder, desenvolvida para promover a melhoria contínua na sustentabilidade da cadeia de valor global da carne bovina por meio da liderança, ciência e pelo envolvimento e colaboração de múltiplas partes interessadas. A GRSB prevê um mundo em que todos os aspectos da cadeia de valor da carne sejam ambientalmente corretos, socialmente responsáveis e economicamente viáveis.

    Sobre o GTPS

    O Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) foi criado no final de 2007 e formalmente constituído em junho de 2009. É formado por representantes de diferentes segmentos que integram a cadeia de valor da pecuária bovina no Brasil, entre eles indústrias, organizações do setor, produtores e associações, varejistas, fornecedores de insumos, bancos, organizações da sociedade civil, centros de pesquisa e universidades. O objetivo do GT é debater e formular, de maneira transparente, princípios, práticas e padrões comuns a serem adotados pelo setor, que contribuam para o desenvolvimento de uma pecuária sustentável, socialmente justa, ambientalmente correta e economicamente viável. Mais informações sobre o GTPS estão disponíveis no site www.pecuariasustentavel.org.br. Acompanhe também pelo twitter, em @gtps_brasil, e pelo Facebook, em www.facebook.com/gtpsbrasil.  

    Fonte: Alfapress Comunicações

     


  • Planejamento e semente de qualidade são critérios para pasto bem formado

  • O planejamento é um processo fundamental para quem pretende formar, reformar ou recuperar uma pastagem. Existem vários passos que são necessários para que o produtor tenha sucesso nesta empreitada.

    + leia mais
  • Estratégias de suplementação na entressafra

  • Qual melhor caminho a seguir em momentos de mudanças?

    + leia mais
  • Uma nova revolução

  • Eficiência alimentar passa a ser grande preocupação dos principais selecionadores de bovinos do País. A característica promete conferir maior competitividade à produção de carne vermelha.

    + leia mais
  • Genética no tempo, sem artificialismos

  • Respeitando a fixação de características no rebanho ao longo do tempo sem quaisquer maquiagens nas informações observadas e coletadas no campo.

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites