• Raça
  • Os campeões da ExpoBrangus 2021

    01/06/2021
    Julgamento ocorreu na manhã deste domingo no Parque de Exposições da Agrícola e Pastoril, em Uruguaiana

    O bom momento vivido pela raça Brangus foi comprovado na ExpoBrangus 2021, que começou na última terça-feira e encerrou hoje (30/5), com o julgamento dos animais de argola. O evento foi realizado nas instalações do Parque de Exposições Agrícola e Pastoril de Uruguaiana (RS) e reuniu alguns dos principais plantéis da raça sintética.   A promoção foi do Núcleo Brangus Sul e da Associação Brasileira de Brangus (ABB).

    O julgamento dos animais de argola começou às 8h, com a avaliação das fêmeas. O jurado Manoel Francisco Zirbes Rodrigues, da Cabanha Santa Camila, de Alegrete (RS), escolheu como Grande Campeã a fêmea box 25 tatuagem Impenetrable 24, de propriedade de Eduardo de Souza Soares, da Estância Carcávio, de Santana do Livramento. O criador é o atual presidente da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB). “Sou criador de Braford há 30 anos, mas estamos entrando no Brangus para diversificar e ganhar mercado”, adiantou.

    O animal, que é filho do touro Rancho 1256 TE – Francesco, também foi apontado como Campeã Novilha Maior. “Estamos muito satisfeitos em conquistar um título de Grande Campeã em nossa primeira exposição, em uma pista tão pesada e com concorrentes de altíssima qualidade”, destacou Soares.

    A Reservada Grande Campeã foi a box 3 tatuagem TEIB 107, da Fazenda Quatro Linhas, de Guaíba, de Mano Menezes. A terneira, de 314 quilos, é filha do touro LaConquista 68 TE – Cafeteiro e da vaca Sultana Jackie 1131 FRA 439 TE. “Estamos muito felizes de começar com o pé direito nas exposições em uma pista tão pesada e tradicional”, salientou Camilla Menezes.

    O título de Terceira Melhor Fêmea ficou com a novilha box 26 tatuagem TE 5042, da Cabanha São Bibiano, de Antonio Bastos Neto, de Uruguaiana. A fêmea tem 590 quilos e é filha do touro Yas e da vaca São Bibiano Nelangus 4568. “Sempre entramos em pista para competir, mas os outros concorrentes também eram muito bons”, afirmou o criador. “O prêmio mostra que a gente está fazendo a coisa certa”, acrescentou.

    Machos – Entre os machos, o Grande Campeão foi o box 47 tatuagem Mãe Rainha X05, da Fazenda Mãe Rainha, de Edson Ribeiro Colombo, de Lages (SC), que também estreava em exposições da raça Brangus. O touro é filho de Origenes Elegido L3943 – Terço e Maçambará LA 55. “O nosso criatório está na primeira geração e entramos nas exposições em uma pista muito pesada”, elogiou.

    .

    O animal box 48 tatuagem Rancho 1256 TE – Francesco, da Estância Carcávio,  foi o Reservado de Grande Campeão. “Esse touro é irmão inteiro da Grande Campeã”, afirmou Soares. O Terceiro Melhor Macho foi o box 42 tatuagem 22 JTE, dos criadores Raul Gonçalves Southall e Marcio Weber, da Cabanha Vacacaí e Fazenda da Ranada, de Santa Margarida do Sul e Lages, respectivamente.

    O título de Suprema Campeã da ExpoBrangus ficou com a fêmea que havia vencido como Grande Campeã dos animais de argola, da Estância Carcávio. O Supremo Campeão foi o touro box 43 tatuagem E067, da JMT Agropecuária, de São Gabriel. “Conquistar os títulos de Grande Campeão Individual Rústico e Supremo Campeão premia o nosso trabalho”, destacou o administrador da JMT, Carlos Waihrich Filho.

    Qualidade - O alto nível dos animais foi destacado pelo jurado. “Os criadores e a Associação estão de parabéns, pois tanto as fêmeas como os machos são animais de muita qualidade”, observou. O vice-presidente da ABB, João Paulo Schneider da Silva, ressaltou o grande número de animais e criatórios que participaram da mostra. “A ExpoBrangus foi a melhor exposição da raça Brangus que eu já presenciei”, completou o dirigente.

    Divulgação Associação Brasileira de Brangus (ABB) com curadoria Boi a Pasto.

     

     



  • Falta de assistência técnica é gargalo para atingir metas de metano e carbono

  • Firmados na COP26, pactos para diminuir emissão de gases de efeito estufa estão distantes de produtores que carecem de extensão rural pública

    + leia mais
  • Aumento de 35% na probabilidade de prenhez e 30% mais peso nos bezerros desmamados

  • Esses números são possíveis com o uso da suplementação alimentar específica para vacas durante o período reprodutivo

    + leia mais


  • Criação de sites