• Sustentabilidade
  • Fórum na Embrapa aborda influência da mudança do clima na agropecuária

    04/07/2016
    A influência da mudança do clima na produção agropecuária será discutida durante Fórum, em 10 de agosto, das 8h30 às 17h, na Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP).

    O objetivo é analisar criticamente se ocorrem alterações em macro e meso escala em razão da ação antrópica que justifiquem preocupações e permitam correlacionar eventos extremos com suposições atreladas à instabilidade produtiva das lavouras brasileiras, com a participação de pesquisadores, professores, profissionais liberais e estudantes de pós-graduação.

    O pesquisador Eduardo Assad, da Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) será o mediador das discussões dos temas a serem apresentados. São organizadores do evento os pesquisadores Andre May, da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas, MG) e Nilce Gattaz, da Embrapa Meio Ambiente.

    A primeira palestra, com Lincoln Muniz Alves, do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST/Inpe), abordará as razões para o aumento das oscilações climáticas em nível nacional. Logo após, Santiago Cuadra da Embrapa Informática Agropecuária, falará sobre as perspectivas futuras para cenários de mudanças de temperatura e precipitação: incertezas inerentes às projeções climáticas. Em seguida, Caio dos Santos Coelho, do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC-Inpe) versará sobre a recente seca na região Sudeste do Brasil, com a apresentação de um estudo sobre a viabilidade de previsão do início da estação chuvosa no estado de São Paulo.

    Na segunda parte do Fórum haverá discussões sobre 5 temas. Paulo Sentelhas abordará a variabilidade de mudanças climáticas e seus impactos na produtividade agrícola; em seguida, Joaquim de Souza Ferreira Filho apresentará a simulação da perda econômica da agricultura brasileira em função das variações climáticas, ambos são professores da Esalq. Edson Oliveira Vendruscolo, do Grupo El Tejar discorrerá sobre as adequações empresariais para convívio com a variabilidade climática em áreas de produção de grãos, enquanto que Verona Montone, representante da The Climate Corporation, abordará essa corporação rumo à agricultura digital. A última apresentação dessa seção será sobre formas de minimização de danos e alternativas agrícolas para convívio com o novo cenário nacional.

    Na terceira parte do Fórum, no período da tarde, serão discutidas as formas de minimização dos danos e as alternativas agrícolas para o convívio com o novo cenário nacional. Serão 5 palestras: uso da tecnologia de adubação biológica para melhoria da interface solo-planta sob fatores adversos, com Solismar Venzke Filho, consultor de P&D da empresa Microgeo; caracterização ambiental como ferramenta para a manutenção da produtividade agrícola em cenários de mudanças climáticas: estudo de caso para feijão, com Alexandre Heinemann, da Embrapa Arroz e Feijão (Santo Antonio de Goias, GO); tecnologias biológicas (inoculante) para redução do consumo de água na agricultura e proteção de plantas à seca: eficiência atual e perspectivas futuras, com Itamar de Melo, da Embrapa Meio Ambiente; estratégias para aumento da eficiência e sustentabilidade da produção de soja em condições climáticas adversas, com Alexandre Nepomuceno, da Embrapa Soja (Londrina, PR) e por fim, estratégias para o aumento da eficiência e sustentabilidade da produção de cana-de-açúcar em condições climáticas adversas, com Hugo Molinari da Embrapa Agroenergia (Seropédica, RJ).

    Durante o evento, o tema Pecuária será também abordado no tocante aos impactos da variabilidade climática na produção de gado de corte: desafios e alternativas, pela pesquisadora Lucimara Chiari, da Embrapa Gado de Corte (Campo Grande, MS). Já as iniciativas para o estímulo à inovação, serão apresentadas por Renato Luzzardi, da Bayer.

    As inscrições serão recebidas até 1º de agosto no endereço www.cnpma.embrapa.br/sac/preInscrEvento.php?oper=I&id=2601
    São 120 vagas gratuitas.

    Fonte: Embrapa Meio Ambiente

     

  • Por que o produtor deve fazer planejamento nutricional, por Julliano Pompei

  • Julliano Pompei, Coordenador Técnico do Departamento de Nutrição Animal da Matsuda, fala de estratégias no campo que podem ajudar o produtor.

    + leia mais
  • Comissão irá analisar projetos prioritários de licenciamento ambiental

  • A Secretaria de Desenvolvimento do Espírito Santo (Sedes) coordenará a Comissão de Análise de Projetos Prioritários de Licenciamento Ambiental.

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (4)



  • gordon
  • CNmk95 http://www.y7YwKx7Pm6OnyJvolbcwrWdoEnRF29pb.com

    Postado: 31/01/2017 15:59:00

  • matt
  • KlTb6w http://www.y7YwKx7Pm6OnyJvolbcwrWdoEnRF29pb.com

    Postado: 29/01/2017 13:48:00

  • chaba
  • R4W7Bv http://www.y7YwKx7Pm6OnyJvolbcwrWdoEnRF29pb.com

    Postado: 29/01/2017 13:46:00

  • Barnypok
  • sqBTRp http://www.FyLitCl7Pf7ojQdDUOLQOuaxTXbj5iNG.com

    Postado: 04/01/2017 01:32:00

    Criação de sites