• Manejo
  • Entidades querem revogação de artigo que autoriza abater vacas prenhas

    06/08/2021
    Prática regulamentada no novo protocolo de manejo é associada a crueldade e maus tratos em carta de repúdio

    Decisão infeliz, inconstitucional, crueldade, maus-tratos, contrassenso e causa de estresse a quem acompanha abate em frigoríficos. São alguns termos usados em uma carta de repúdio divulgada nesta quinta-feira (5/8) por entidades de proteção animal para pedir a revogação do artgo 7º da Portaria 365, publicada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em 16 de julho. O texto, que atualiza as normas técnicas federais de manejo pré-abate e de abate humanitário, permite o abate de vacas prenhas em fase final de gestação (até 90% do ciclo) e de seus fetos.

    “A portaria cita as diretrizes da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como recomendações que devem ser seguidas em caso de futura desatualização. Entretanto, a OIE já considera fêmeas em fase final de gestação como animais inaptos ao transporte, pois essa categoria animal pode ter seu bem-estar prejudicado durante a viagem. Vale ressaltar que algumas leis estaduais já proíbem o abate ou transporte de animais em período gestacional”, diz a carta.

    O manifesto é liderado pela Animal Equality e assinado também pela Alianima, Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, Instituto Ambiental Ecosul, Mercy For Animals e Sinergia Animalor. “Foi muito infeliz a decisão de inserir essa questão justamente em um regulamento que trata do abate humanitário”, disse à Globo Rural o professor de zootecnia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Mateus Paranhos, considerado um dos maiores especialistas do país em bem-estar animal.



  • CAP disponibiliza curso gratuito de proteção de ruminantes e equinos em transporte de longa duração

  • CAP disponibiliza curso gratuito de proteção de ruminantes e equinos em transporte de longa duração

    + leia mais
  • Starrett troca plástico por papelão nas embalagens de Serra Manual e eliminará o consumo de 7,9 toneladas do material ao ano

  • Substituição reduzirá ainda em 25% as emissões de CO2; Objetivo da empresa é que todas as suas embalagens sejam sustentáveis

    + leia mais
  • IICA e Fundo Verde do Clima fecham parceria de US$ 100 milhões para projetos de redução das emissões de metano nas Américas

  • Para secretário de Inovação do Mapa, Fernando Camargo, iniciativa pode ajudar países a cumprirem meta de diminuir as emissões de metano na pecuária

    + leia mais
  • Lei de pagamento por serviços ambientais é incentivo para cuidar do pasto

  • Pesquisadores da Embrapa destacaram a ligação entre das boas práticas de manejo do pasto e a nova lei de pagamento por serviços ambientais

    + leia mais


  • Criação de sites