• Notícias
  • Boi gordo: semana começa com arroba estável, e com novas especulações sobre o retorno da China ao mercado importador

    26/10/2021
    Nesta segunda-feira, a cotação permaneceu em R$ 266/@ no mercado paulista, informa a Scot Consultoria; embargo à carne brasileira pode ser derrubado em breve, apostam os agentes do mercado pecuário

    Enquanto alguns agentes do setor pecuário especulam sobre a data de retorno da China ao mercado comprador de carne bovina brasileiro, os negócios internos envolvendo boiadas terminadas no País seguem travados, mesmo diante de preço de arroba bastante enfraquecido, informam as consultorias.

    “Entre algumas praças pecuárias, nota-se uma certa acomodação dos preços do boi gordo, já que as efetivações de novos negócios vêm ficando cada vez mais raras”, relata a IHS Markit.

    Segundo a consultoria, gradualmente, as cotações do arroba vão encontrando um piso de suporte.

    No interior de São Paulo, relata a IHS, os preços da arroba paulista variam entre R$ 265 a R$ 270 para desconto do Funrural, dependendo de prazo ou tamanho e qualidade do lote.

    Nesta segunda-feira, de acordo com dados levantados pela Scot Consultoria, o boi gordo permaneceu cotado a R$ 266/@ no mercado de São Paulo, enquanto os valores de referência para a vaca e a novilha prontas seguem a R$ 260 e R$ 274, respectivamente (preços brutos e a prazo).

    Segundo a IHS, algumas indústrias frigoríficas brasileiras estão com escalas de abates prontas até os primeiros dias de novembro, o que explica a ausência de negócios no mercado do boi gordo.

    Por sua vez, diz a IHS, muitos pecuaristas já venderam os seus lotes de animais terminados no cocho, e agora fazem planejamentos para 2022.

    Conflito comercial com a China – O ministro das Relações Exteriores, Carlos França, reuniu-se na quinta-feira passada (21/10), por videoconferência, com o ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, para discutir a retomada das exportações de carne bovina brasileira ao país asiático.

    O ministro chinês disse acreditar que o assunto será resolvido “o mais rápido possível”, informa o boletim pecuário da IHS, com base em relatos do Itamaraty.

    As apostas do mercado são de que, já partir do mês de novembro, os embarques de carne bovina à China sejam normalizadas, acrescenta a IHS.

    Cotações máximas desta segunda-feira, 25 de outubro, segundo dados da IHS Markit:

    SP-Noroeste:

    boi a R$ 266/@ (prazo)
    vaca a R$ 256/@ (prazo)

    MS-Dourados:

    boi a R$ 266/@ (à vista)
    vaca a R$ 256/@ (à vista)

    MS-C.Grande:

    boi a R$ 268/@ (prazo)
    vaca a R$ 257/@ (prazo)

    MS-Três Lagoas:

    boi a R$ 267/@ (prazo)
    vaca a R$ 258/@ (prazo)

    MT-Cáceres:

    boi a R$ 251/@ (prazo)
    vaca a R$ 243/@ (prazo)

    MT-Tangará:

    boi a R$ 252/@ (prazo)
    vaca a R$ 243/@ (prazo)

    MT-B. Garças:

    boi a R$ 250/@ (prazo)
    vaca a R$ 243/@ (prazo)

    MT-Cuiabá:

    boi a R$ 249/@ (à vista)
    vaca a R$ 244/@ (à vista)

    MT-Colíder:

    boi a R$ 252/@ (à vista)
    vaca a R$ 243/@ (à vista)

    GO-Goiânia:

    boi a R$ 251/@ (prazo)
    vaca R$ 241/@ (prazo)

    GO-Sul:

    boi a R$ 248/@ (prazo)
    vaca a R$ 238/@ (prazo)

    PR-Maringá:

    boi a R$ 286/@ (à vista)
    vaca a R$ 271/@ (à vista)

    MG-Triângulo:

    boi a R$ 261/@ (prazo)
    vaca a R$ 246/@ (prazo)

    MG-B.H.:

    boi a R$ 256/@ (prazo)
    vaca a R$ 248/@ (prazo)

    BA-F. Santana:

    boi a R$ 269/@ (à vista)
    vaca a R$ 259/@ (à vista)

    RS-Porto Alegre:

    boi a R$ 285/@ (à vista)
    vaca a R$ 270/@ (à vista)

    RS-Fronteira:

    boi a R$ 285@ (à vista)
    vaca a R$ 270/@ (à vista)

    PA-Marabá:

    boi a R$ 261/@ (prazo)
    vaca a R$ 251/@ (prazo)

    PA-Redenção:

    boi a R$ 260/@ (prazo)
    vaca a R$ 253/@ (prazo)

    PA-Paragominas:

    boi a R$ 263/@ (prazo)
    vaca a R$ 256/@ (prazo)

    TO-Araguaína:

    boi a R$ 261/@ (prazo)
    vaca a R$ 252/@ (prazo)

    TO-Gurupi:

    boi a R$ 261/@ (à vista)
    vaca a R$ 256/@ (à vista)

    RO-Cacoal:

    boi a R$ 254/@ (à vista)
    vaca a R$ 246/@ (à vista)

    RJ-Campos:

    boi a R$ 286/@ (prazo)
    vaca a R$ 273/@ (prazo)

    MA-Açailândia:

    boi a R$ 261/@ (à vista)
    vaca a R$ 248/@ (à vista)

     

    Fonte:  Portal DBO



  • IICA e Fundo Verde do Clima fecham parceria de US$ 100 milhões para projetos de redução das emissões de metano nas Américas

  • Para secretário de Inovação do Mapa, Fernando Camargo, iniciativa pode ajudar países a cumprirem meta de diminuir as emissões de metano na pecuária

    + leia mais
  • Lei de pagamento por serviços ambientais é incentivo para cuidar do pasto

  • Pesquisadores da Embrapa destacaram a ligação entre das boas práticas de manejo do pasto e a nova lei de pagamento por serviços ambientais

    + leia mais


  • Criação de sites